Você conhece os Repórteres da Floresta, na Amazônia?

Eles são os novos parceiros do Liberta no combate a exploração sexual da criança e do adolescente. A parceria envolve a formação dos jovens Repórteres da Floresta, um projeto da FAS (Fundação Amazonas Sustentável), no enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Pensando na força desse grupo na região do Ribeirinha e no engajamento que eles têm na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, o Liberta foi até Manaus fazer uma Roda de Conversas com os jovens e com a rede de proteção da criança e do adolescente.

A partir da conversa, deu-se inicio a parceria entre Liberta e FAS que irá possibilitar o registro, via aparelhos celulares, para que os jovens possam apresentar as campanhas, produzidas pelo Instituto, fotos e vídeos que abordam o tema da violência sexual em suas comunidades. A ideia é que a partir do material, eles possam gravar entrevistas com outros jovens sobre a percepção da exploração sexual e temas ligados a juventude, direitos humanos, empoderamento feminino entre outros. O material produzido é exposto na comunidade em jornais, murais, e as páginas do programa nas redes sociais.

Sobre a FAS
A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma organização brasileira não governamental, sem fins lucrativos, criada em 8 de fevereiro de 2008, pelo Banco Bradesco em parceria com o Governo do Estado do Amazonas. Posteriormente, passou a contar com o apoio da Coca-Cola Brasil (2009), do Fundo Amazônia (2010) e da Samsung (2010), além de outras parcerias em programas e projetos desenvolvidos.

A missão é promover o envolvimento sustentável, a conservação ambiental e a melhoria da qualidade de vida das comunidades ribeirinhas do estado da Amazônia. Entre os projetos da FAS está o Repórteres da Floresta, que tem por objetivo levar a perspectiva dos jovens da floresta para o mundo, por meio de práticas de educomunicação. Toda a produção do material veiculado nas fanpages das redes sociais e nas rádios dos núcleos é realizada pelos próprios alunos, por conta de uma parceria com o canal Amazon Sat, passou a ser exibida em TV aberta no Brasil, e pela internet. Para assistir aos programas clique aqui

Em 2016, a FAS assistiu 9.597 famílias, beneficiando 40.230 pessoas moradoras de 16 Unidades de Conservação (UC) do Amazonas.

<VOLTAR